Sign up to learn more, visit and buy our coffee

Parque Nacional da Gorongosa e Embaixada de Portugal – Cooperação Portuguesa estabelecem parceria

February 11, 2015

O Parque Nacional da Gorongosa (PNG) e a Embaixada de Portugal – Cooperação Portuguesa assinaram recentemente, na cidade de Maputo, um acordo de parceria, no âmbito do recém-criado Clube Empresarial da Gorongosa, uma iniciativa que pretende encorajar e envolver a comunidade empresarial moçambicana no nobre esforço de restaurar um dos Parques mais emblemáticos em África e no mundo. Ao abrigo deste acordo, a Embaixada de Portugal – Cooperação Portuguesa vai apoiar as actividades do Laboratório de Biodiversidade Edward O. Wilson do Parque Nacional da Gorongosa. Na sua intervenção o Embaixador de Portugal, José Augusto Duarte, destacou a relevância do PNG para Moçambique, e os dividendos que podem advir de uma exploração turística adequada do mesmo, realçando os empregos que cria e o desenvolvimento que gera nas comunidades que habitam perto do Parque. Salientou ainda o papel do PNG para o mundo pela enorme biodiversidade que congrega e pelo trabalho que será possível realizar através do Laboratório de Biodiversidade Edward O. Wilson contribuindo para o conhecimento da espécie humana e animal. 

 

O Embaixador de Portugal sublinhou ainda que o apoio actual ao PNG consiste numa relação de continuidade que já vem desde 2007, quando a Cooperação Portuguesa apoiou o Centro Comunitário de Educação, bem como mais recentemente com a atribuição de uma bolsa de estudo para ensino superior em Portugal a uma funcionária do PNG.

Tanto Mateus Mutemba, Administrador do PNG, como Greg Carr, Presidente do “Gorongosa Restoration Project”, agradeceram o apoio prestado pelo Estado Português ao PNG, destacando a relevância desse envolvimento para o sucesso da conservação e da preservação da biodiversidade no Parque e do desenvolvimento das comunidades vizinhas. 

José Augusto Duarte, Embaixador de Portugal, no uso da palavra (da esq. para a dir.: Mateus Mutemba, Administrador do PNG, José Augusto Duarte e Greg Carr, Presidente do “Gorongosa Restoration Project”)

O Administrador do PNG salientou ainda que Laboratório de Biodiversidade consiste num importante centro de actividades científicas e educacionais e foi criado com o objectivo de oferecer oportunidades de investigação e formação em áreas relacionadas com a biodiversidade para estudantes, conservacionistas e investigadores em Moçambique, permitindo também explorar, documentar e proteger a biodiversidade do PNG. Considerado pelos especialistas como sendo ecologicamente o parque mais diversificado do mundo, incluindo diversas espécies únicas, o novo Laboratório posiciona o PNG para se tornar num ponto central de investigação científica na África Austral. O Laboratório irá coordenar uma ampla gama de projectos de investigação exploratória biológica e projetos de restauração que vão desde o acompanhamento dos bandos de leões e manadas de elefantes, à medição da eficácia do esforço de reflorestação na Serra da Gorongosa, catalogação e armazenamento das amostras obtidas nas investigações científicas anuais, bem como providenciar formação à próxima geração de cientistas moçambicanos no PNG, com possibilidade de lhes proporcionar experiências em universidades estrangeiras de modo a tirarem diplomas avançados. 

 

Category: 
Press Coverage