Está aqui

Joyce Poole, Ph.D.

Joyce Poole, Ph.D.

Investigadora de Elefantes

 

Cresci no Quénia e comecei a estudar os elefantes Africanos com 19 de idade, no Parque Nacional de Amboseli, membro do Projecto de Investigação sobre os Elefantes de Amboseli - o mais longo estudo sobre elefantes levado a cabo no mundo. A minha pesquisa Amboseli tornou-se o foco da minha tese de graduação no  Smith College, assim como da minha dissertação de doutoramento na Universidade de Cambridge, e da minha investigação no pós-doutoramento na Universidade de Princeton. O meu fascínio por elefantes levou-me a descobertas importantes acerca da sua vida social e sexual e das suas habilidades comunicativas e cognitivas.

 

Nos finais da década de 1980, em virtude da intensificação da caça ilegal de marfim, o meu foco passou a ser a conservação dos elefantes. De 1990 a 1994, liderei o Programa para os Elefantes do Kenya Wildlife Service, ficando responsável pela conservação e gestão dos elefantes por todo o território Kenyano. A seguir, voltei para Amboseli para continuar a investigação em comunicação dos elefantes. Em 2000, o meu marido, Petter Granli, e eu fundamos a ElephantVoices – uma organização sem fins lucrativos dedicada à protecção e bem-estar dos elefantes, através da investigação e partilha de conhecimento. Em 2010, demos início a um projecto de conservação de elefantes no ecossistema de Maasai Mara, baseado em tecnologia web e ciência do cidadão (participação pública na pesquisa científica).

 

Fui convidada para o Parque Nacional da Gorongosa em 2011, a fim de avaliar os elefantes e iniciar um processo de habituação. Habituar os elefantes da Gorongosa à presença de veículos de turismo é importante, uma vez que sem os rendimentos auferidos a partir dos visitantes, este habitat maravilhoso e a sua biodiversidade não poderão ser protegidos. Um ano mais tarde, a ElephantVoices iniciou um programa de monitorização para estabelecer uma base de informações acerca dos elefantes da Gorongosa, sobre a qual poderão repousar futuras pesquisas e acções de conservação.

 

Tenho orgulho em fazer parte da iniciativa para proteger o ecossistema único da Gorongosa e os seus elefantes extraordinários. A população faculta a oportunidade de estudar elefantes cujo carácter e resiliência são invulgares, verdadeiras lições para sobrevivência futura dos elefantes. Passei a amar as suas personalidades fortes e indomáveis ​​e o Petter e eu estamos ansiosos por ganhar a sua confiança, de modo a  aprendermos com eles.