Está aqui

Os Louva-a-deus

  • O Louva-a-deus de Casca Delgada
  • O Louva-a-deus da Árvore
  • O Louva-a-deus de Casca Delgada
  • O Louva-a-deus da Casca de Árvore

Os Louva-a-deus são predadores do tipo “senta-e-espera”, e podem ser considerados entre os insectos como os equivalentes dos leopardos. A Gorongosa tem uma diversidade particularmente rica destes bonitos insectos, e cerca de 40 espécies foram registadas no Parque. O elevado número de Louva-a-deus é um bom indicador da saúde do ecossistema - como os leões e os outros caçadores, os Louva-a-deus necessitam de uma grande variedade de presas, as quais só podem existir num habitat rico como o da Gorongosa.

 

O Louva-a-deus da Casca de Árvore (Zouza) é um caçador perfeitamente camuflado de mariposas e moscas. Ele pode ser encontrado se olharmos atenciosamente a casca de uma árvore, mas geralmente o encontro com este insecto é fugaz, porque ele irá fugir com uma velocidade relâmpago no momento em que se aperceber que foi visto. O Louva-a-deus de Casca Delgada (Sibylla) tem um comportamento semelhante. O Louva-a-deus da Árvore (Epitenodera) é um dos maiores insectos da Gorongosa, mas isto não significa que seja fácil de ver. Apesar de ter mais de 15 cm (6 polegadas) de comprimento, ele disfarça-se perfeitamente entre os ramos, à espera de gafanhotos e de outros insectos. O Louva-a-deus das Folhas (Polyspilota) é frequentemente encontrado em torno das luzes do acampamento à noite, onde caça mariposas e outros insectos atraídos pela luz. Se assustado, este Louva-a-deus muitas vezes agita as suas grandes asas e exibe cores vivas no interior das suas grandes pernas predadoras. É tudo apenas um “bluff” - estes insectos são completamente inofensivos.