Uma Corte de Grous

8 Maio, 2013

Hoje, durante um safari em volta da planície aluvial da Gorongosa, vi algo que nunca tinha visto antes e de que nunca havia sequer ouvido falar: um ajuntamento grande de grous coroados, a representarem o que parecia ser um ritual de acasalamento de grupo.

Foto: Por James Byrne

 

Normalmente, os grous coroados podem ser vistos aos pares ou sozinhos, mas nunca em grupos. Ou pelo menos, era isso que eu pensava. Este era um grupo de 27! É difícil para mim distinguir os machos das fêmeas, por isso não sei o ratio dos sexos. Mas muitos dos (que pareciam ser) machos foram pulando no ar e mostrando a sua envergadura, presumivelmente numa mostra de acasalamento. Num caso, vimos um par de grous a seguirem outro grou roboticamente - talvez dois machos a perseguirem uma fêmea. No seu todo, parecia uma espécie de reunião de acasalamento dos grous coroados.

Foto: Por James Byrne

 

Comecei a perguntar-me se existiria algum nome colectivo para um grupo de grous coroados… Pensei que “uma corte de grous coroados” seria apropriado. Na planície aluvial da Gorongosa, estes pássaros elegantes e a sua dança extravagante pareciam, nada mais nada menos, do que uma corte real, repleta de Reis e Rainhas, Lordes e Ladies, Príncipes e Princesas. 

Foto: Por James Byrne

 

Mas depois, quando verifiquei na internet, descobri que o substantivo colectivo é “caniço de grous”ou, alternativamente, “cerco de grous”. Difícil de entender porquê. Cá por mim, prefiro “Corte de grous” e é esta expressão que vou passar a usar!!

 

Por James Byrne

 

Categoria: 
Diários da Selva